4 obras literárias na Udesc/2019

No dia 15/05, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) divulgou uma lista com as 4 obras literárias que serão cobradas na Udesc/2019, prova de vestibular previsto para ser aplicado em 25/11/2018. Essas obras literárias na Udesc/2019 servirão para as provas de Língua Portuguesa e de Literatura Brasileira, e são leitura obrigatória. Preparei neste artigo algumas informações sobre as 4 obras literárias selecionadas.

As 4 Obras literárias que estarão na Udesc/2019

“Marina Colasanti – Crônicas para jovens”, com seleção de Antonieta Cunha (Global Editora)

A escritora, jornalista e tradutora brasileira, Marina Colasanti, é autora de poesias, contos, literatura infantil e infanto-juvenil. Recebeu diversos prêmios, entre eles, o Prêmio Jabuti e o Prêmio Portugal Telecom de Literatura. Vive no Brasil desde 1948, mas nasceu em Asmara, capital da Eritreia.

“De todo modo, a natureza…”, “O olhar feminino”, “Maridos & esposas”, “Questões incômodas” e “Alguns outros amores” foram os temas escolhidos para esta seleção de crônicas, gênero que tanto agrada o público leitor pela variedade de assuntos e formas de contar. Marina Colasanti traz à tona o universo existencial feminino e as questões sociais de nosso país. Ela relembra, também, os amigos queridos, reflete sobre experiências vividas, narra eventos corriqueiros, choca se com o desrespeito à natureza. Que bela manhã de sábado passava eu naquele chalé antigo, naquela antiga rua de Petrópolis. (…) Eis que dois carros pararam do outro lado do rio (…). Carros cheios, família em passeio matinal. Duas pessoas saltaram de um carro (…). Abriram os braços. (…) “Procuram o sol, o céu”, pensei comovida diante daquela cena singela de reencontro com a natureza. (…) Agacharam se à beira dos canteiros, os famosos canteiros de hortênsias (…) arrancando puseram se a desenraizar moitas inteiras.

Sua marca em todos os textos é a profunda percepção do real e a sensibilidade com que usa as palavras. Marina Colasanti é a ganhadora do 13º Prêmio Iberoamericano SM de Literatura Infantil e Juvenil, a ser concedido na Feira Internacional do Livro (FIL) de Guadalajara em 2017. Também concorre ao Hans Christian Andersen, a ser revelado na Feira do Livro de Bolonha de 2018.

O livro pode ser encontrado em diversas livrarias virtuais por cerca de R$30,00.

“Os melhores contos de Lygia Fagundes Telles”, com seleção de Eduardo Portella (Global Editora)

Lygia Fagundes Telles – Lygia Fagundes Telles, advogada, contista e romancista, nasceu em São Paulo (SP) em 19 de abril de 1923. Lygia Fagundes Telles tem uma vida literária brasileira bastante ativa, participando de congressos, debates e seminários, além de ter recebido diversos prêmio literários por sua consistente produção literária.

Destaque para os contos “Antes do Baile Verde”, “Seminário dos Ratos”, “A Estrutura da Bolha de Sabão”,  “A confissão de Leontina”, “Verde lagarto amarelo” entre outros, totalizando 16 contos. Os contos tratam de temas como o casamento, o ciúme, a separação, o amor não correspondido, temas que lidam com a sensibilidade do leitor.

O livro está esgotado em algumas livrarias de maior porte, mas pode ser comprado em sebos virtuais com preços muito variados.

“Os melhores poemas de Manuel Bandeira”, com seleção de Francisco de Assis Barbosa (Global Editora)

Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho nasceu em 19 de abril de 1886, Recife – PE, vindo a falecer em 13 de outubro de 1968, no Rio de Janeiro – RJ. A obra em questão teve sua primeira edição lançada em 1984, contendo os contos:

  • A canção de Maria
  • Um sorriso
  • A fina a doce ferida
  • Balada de Santa Maria Egipcíaca
  • O cacto
  • Irene no céu
  • Sacha e o poeta
  • O exemplo das rosas
  • O lutador Tema e variações
  • Satélite

Os poemas tratam de solidão, dor e o medo da morte, o cotidiano de Santa Tereza, explorando os elementos sensoriais (visão, audição, tato, olfato, gustação).

Este livro está esgotado em algumas das grandes livrarias virtuais, mas pode ser comprado em sebos virtuais com preços muito variados.

“Quarto de despejo – Diário de uma favelada”, de Carolina Maria de Jesus (Ática)

Carolina Maria de Jesus nasceu em Sacramento – MG, 14 de março de 1914, falecendo em São Paulo, 13 de fevereiro de 1977. O diário da catadora de papel Carolina Maria de Jesus deu origem à este livro, que relata o cotidiano triste e cruel da vida na favela. A linguagem simples, mas contundente, comove o leitor pelo realismo e pelo olhar sensível na hora de contar o que viu, viveu e sentiu nos anos em que morou na comunidade do Canindé, em São Paulo, com três filhos. O Livro trata do difícil cotidiano dos favelados, sob o olhar de uma catadora de lixo. Linguagem simples, ela relata os percalços por que viveu, sem artifícios ou floreios.

O livro pode ser encontrado em diversas livrarias virtuais por cerca de R$47,00, mas, em sebos virtuais, o preço fica na casa dos R$30,00.

Espero ter ajudado! Um forte abraço e bons estudos!

Deixe uma resposta