A Língua Portuguesa

A Língua Portuguesa faz parte de um conjunto de idiomas derivados diretamente do Latim, língua oficial do império romano. Com a expansão do império, houve gradual descentralização do governo romano. Muitas regiões mais afastadas de Roma foram deixando de falar unicamente o latim, acrescentando-lhe vocábulos e estruturas de línguas bárbaras. Esse mesmo processo deu origem ao Galego-português, Espanhol, Francês, Italiano, Romeno, entre tantas outras.

Ler maisA Língua Portuguesa

Nome em Libras é arbitrário?

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é a segunda língua oficial adotada pelo Brasil. Diferente do que se acreditava, os surdos não fazem gestos aleatórios, eles comunicam ideias por meio de gestos. Há uma gramática específica para Libras. Entre as diversas palavras nesse idioma, o nome em Libras (o gesto que representa o nome da pessoa) é tão arbitrário quanto “Paulo” ou “Joana”. Assim como não há nenhuma motivação para falar ou escrever “Juraci”, jogar um beijo também não tem nenhuma motivação específica, mas é o nome do Jô Soares em Libras. Vamos ver como ocorre a escolha do nome em Libras.

Ler maisNome em Libras é arbitrário?

Pronomes

Essa classe de palavras é muito versátil. Said Ali disse: “Pronome é a palavra que denota o ente ou a ele se refere, considerando-o apenas como pessoa do discurso.” Os pronomes geralmente se referem às Pessoas do Discurso, o indivíduo que fala, o indivíduo com quem se fala e o indivíduo ou a coisa de que se fala. Os pronomes não possuem conteúdo semântico propriamente dito, têm significação essencialmente ocasional. É o conjunto da situação que confere significação à essas palavras.

Ler maisPronomes

Conjunção

Vamos tratar de outro grupo de palavras que não exerce nenhum tipo de função sintática na frase, porém tem muita importância: as Conjunções. Conjunção é uma palavra que une basicamente dois elementos que possuem as mesmas características, sejam elas sintáticas ou morfológicas. Caso haja duas orações contendo características diferentes, a que começa com a conjunção exerce alguma função em relação a algum termo da outra oração, como ocorre nas orações subordinadas.

Ler maisConjunção

Preposição

Certas palavras não têm significação independente, há palavras que têm a função de relacionar um termo a outro. Neste artigo, o conjunto de palavas analisado é o da Preposição. Muita gente fica desconfortável com esse tema, pois, dominar o uso das preposições é essencial para encadear as ideias e poder expor argumentos de forma clara e objetiva.

Ler maisPreposição