Como entender Homonímia de uma vez por todas?

A maioria dos erros de ortografia acontecem por causa da similaridade entre determinadas combinações de consoantes que têm sons semelhantes. Por definição, Homonímia é a relação entre duas ou mais palavras e suas flexões(gênero e/ou número) com pronúncia igual, mas significado diferente.

Quais são os tipos de Homonímia?

A Homonímia pode ser observada sob o ponto de vista fônico ou grafemático.

Homonímia fônica

Quando falamos de palavras com sons iguais temos as mais simples como “sem” e “cem”, todo falante nativo ou com um nível intermediário de língua portuguesa sabe que o que tem “S” quer dizer “falta de” e o com “C” é o numeral depois de “noventa e nove”. O som da letra inicial das duas palavras é igual nesses contextos, mas o contexto em que essas palavras são empregadas é totalmente diferente, exemplo: “eram cem contos de réis”, “eram sem vergonha”, faltava sem reais”*, “estou cem um tostão no bolso”*; as frases marcadas com o asterisco representam a forma incorreta.

Homonímia grafemática

Os exemplos acima representam a homonímia observando-se o som das consoantes “s” e “c”. Pensando na escrita, algumas palavras podem causar alguma confusão quanto o significado. Dizer “acender (colocar fogo em algo) um balão” e “ascender (subir) um balão” não é errado, mas as duas frases apresentam ações diferentes. Nem mesmo “caçar (perseguir) o político” e “cassar (tornar sem efeito) o político” podem ser considerados erros.

Exemplos mais comuns:

acender (colocar fogo em algo) ascender (subir)
acento (sinal gráfico) assento (onde se senta)
acerto (ato de acertar) asserto (afirmação)
apreçar (ajustar o preço) apressar (tornar rápido)
bucheiro (tripeiro) buxeiro (pequeno arbusto)
bucho (estômago) buxo (arbusto)
caçar (perseguir) cassar (tornar sem efeito)
cegar (tornar cego) segar (cortar, ceifar)
cela (pequeno quarto de presídio ou monastério) sela (forma do verbo selar; se coloca sobre o lombo de um animal de montaria)
censo (cadastro) senso (entendimento, juízo)
céptico (descrente) séptico (causa infecção)
cerração (nevoeiro) serração (ato de serrar)
cerrar (fechar) serrar (cortar)
cervo (veado) servo (criado)
chá (bebida) xá (antigo soberano do Irã)
cheque (ordem de pagamento) xeque (lance no jogo de xadrez)
círio (vela) sírio (natural da Síria)
cito (forma do verbo citar) sito (situado)
concertar (ajustar, combinar) consertar (reparar, corrigir)
concerto (sessão musical) conserto (reparo)
coser (costurar) cozer (cozinhar)
esotérico (secreto) exotérico (que se expõe em público)
espectador (aquele que assiste) expectador (aquele que tem esperança, que espera)
esperto (perspicaz) experto (experiente, perito)
espiar (observar) expiar (pagar pena)
espirar (soprar, exalar) expirar (terminar)
estático (imóvel) extático (admirado)
esterno (osso do peito) externo (exterior)
estrato (camada) extrato (o que se extrai de algo)
estremar (demarcar) extremar (exaltar, sublimar)
incerto (não certo, impreciso) inserto (inserido, introduzido)
incipiente (principiante) insipiente (ignorante)
laço (tipo de nó) lasso (frouxo)
ruço (grisalho) russo (natural da Rússia)
tacha (prego pequeno) taxa (imposto, tributo)
tachar (atribuir defeito a) taxar (fixar taxa)

Homonímia x Sinonímia

Homonímia: Relação entre duas ou mais palavras e suas flexões com pronúncia igual, mas significado DIFERENTE.

Sinonímia: Relação entre duas ou mais palavras e suas flexões com pronúncia igual, mas significado SEMELHANTE.

O homônimo é necessariamente homófono, o sinônimo pode ser homófono, mas necessariamente homógrafo. Ver em Sinônimos perfeitos existem?

Para finalizar, veja as palavras “janta” e “lanche”. “Janta” pode ser a comida (“a janta está pronta”) ou pode ser referente ao verbo jantar (“ele janta que nem pião de obra”); repare no uso da palavra “lanche” em “fazer um lanche”, a pessoa vai preparar o lanche ou comê-lo? Trataremos desses casos em outra publicação.


Deixe uma resposta