Adjunto Adverbial

No latim, ad quer dizer junto, então o Adjunto Adverbial seria o “junto junto junto do verbo”, ou seja, é uma palavra ou expressão que fica perto do Verbo, mas é totalmente diferente de Complemento Verbal. Usado para indicar uma circunstância dando ideia de tempo, lugar, modo, causa, finalidade, etc.

Adjunto Adverbial: tipos e características

Sabendo que a classificação do adjunto adverbial se relaciona com a circunstância por ele expressa, podem ser classificados como:

  • Acréscimo

Além da fadiga no corpo inteiro, sentia dor no braço.

  • Afirmação

Sim, realmente vou amanhã.

Eu irei com certeza.

  • Assunto

Falávamos sobre política. (de política, ou a respeito de política).

  • Causa

Com o calor, o poço secou.

Não comentamos nada por discrição.

O menor trabalha por necessidade.

  • Companhia

Fomos ao parque com sua irmã.

Com quem você saiu ontem?

Sempre estarei contigo.

  • Concessão

Apesar do estado precário do gramado, o jogo foi ótimo.

  • Condição

Sem minha autorização, você não passará pela portaria.

Sem erros, não há acertos.”

Sem dor, não há ganhos.

  • Conformidade

Fiz tudo conforme diz a Lei.

  • Dúvida

Talvez seja melhor não sairmos tarde.

Porventura, encontraram uma saída?

Quiçá acertemos da próxima vez.

  • Fim/finalidade

Ela vive para o amor.

Estudou para a prova.

Trabalho pra ao seu sustento.

Viajarei a negócios.

  • Frequência

Sempre aparecia de mãos vazias.

Marcavam reuniões todos os dias.

  • Instrumento

O corte deve ser feito com um estilete.

O guerreiro apontava com a espada.

  • Adjunto Adverbial de Intensidade

A atleta corria bastante.

O aparelho custa muito caro.

  • Limite

A menina andava correndo do quarto à sala.

  • Lugar

Nasci em Portugal.

Estou em casa.

Vivo nos Alpes.

Viajaram para o interior.

  • Matéria

Compunha-se de substâncias estranhas.

Parecia feito de aço.

  • Meio

Fomos de avião.

O pacote chegou de trem.

Enriqueceram mediante fraude.

  • Modo

Foi escolhido a dedo.

Fiquei à vontade.

Esperava tranquilamente a morte chegar.

  • Negação

Não há muitos erros nesse trabalho.

Não assinarei o contrato de maneira nenhuma.

“Se você demorar, eu não vou te procurar.”

  • Preço

“Marcela amou-me durante quinze meses e onze contos de réis”. (Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis)

As casas nesta região custam muito caro.

  • Substituição ou troca

Troquei o pão pelo bolo.

  • Tempo

O restaurante fecha às 18:30.

Faço aniversário em Janeiro.

Ontem à tarde encontrei uma velha na estrada.

O show começará a qualquer momento.

De vez em quando, vou à academia.

Ninguém confia nos políticos hoje em dia, no Brasil.

 

CUIDADO!!!!

Não se deve confundir Adjunto Adverbial com Complemento Circunstancial!

Se o verbo for intransitivo, mas há necessidade de um termo preposicionado que complemente seu significado, este será conhecido como Complemento Circunstancial (Rocha Lima, 1957). Diferente do Adjunto Adverbial, o Complemento Circunstancial é exigido pelo verbo sob risco de a ausência desse elemento prejudicar a compreensão da frase.

Exemplo:

Chegaram à cidade sãos e salvos.
Ficamos ao lado da igreja.
Voltou à terra natal.
O avião procede de Manaus.

Também temos que distinguir o Advérbio do Adjunto Adverbial. Advérbio é a classe gramatical de uma série de palavras, Adjunto é uma função sintática.

Outros Termos Acessórios

Adjunto Adnominal

Aposto

Deixe uma resposta