Domínios Conceptuais – Linguística Cognitiva

Um dos assuntos mais produtivos na Linguística Cognitiva são os Espaços Mentais. Os Domínios Conceptuais foram delineados no artigo “Domínios conceptuais e projeções entre domínios: uma introdução ao Modelo dos Espaços Mentais”, da profa. Dra. Neusa Salim Miranda. Este artigo pretende apresentar, de forma sucinta, alguns dados e conclusões que constam no trabalho da autora, cuja devida referência está no final desta exposição.

Domínios Conceptuais: Características gerais

Diferentemente de outras teorias e modelos de análise linguística, o Modelo dos Espaços Mentais (Mental Spaces) conta com algumas características que permitem analisar certos fenômenos com base na cognição do falante/usuário. As línguas naturais estão no centro das atenções. A partir da capacidade da humana de articular elementos significantes e significados, esse Modelo dá voz a quem geralmente é desconsiderado em algumas teorias linguísticas – o usuário.

Não há uma negação da relação estabelecida por Saussure entre a Língua e a Fala, apenas privilegia-se o estudo desta por ser própria do indivíduo, não do coletivo. Nega-se, portanto, que o significado de determinada estrutura seja dado ao falante e este, por sua vez, não interfere nem agrega nenhuma informação nova. Na verdade, este é um complexo processo de projeções, mesclagens e articulação de múltiplos domínios conceptuais. Miranda (1999) chama a atenção para dois constructos teóricos fundamentais: as noções de domínio e as projeções entre os domínios. Esses dois pilares sustentam muito da significação de enunciados, para não dizer toda.

Ver também

Linguística

O que é Papel Temático?

Gilles Fauconnier – Linguista

Domínios Conceptuais: Domínios estáveis e domínios locais

“O princípio nuclear da cognição humana corresponde à projeção entre domínios, desta forma operando produção,
fracionamento da informação, transferência e processamento do sentido” (Salomão, 1998 apud Miranda, 1999, p. 82). Mas quais seriam esses domínios e o que cada um representa?

Domínios Estáveis

São estruturas de memória pessoal ou social, denominados esquemas e frames. Estável não deve ser confundido com estático, a estabilidade não interfere no conhecimentos prévios do indivíduo ou grupo de fala. Baseado nessa estabilidade, os domínios locais (Espaços Mentais) “podem ser alterados ou elaborados nas construções em processo”.

Miranda (1999) chama a atenção para três possibilidades de domínios estáveis: Modelos Cognitivos Idealizados (MCI), Molduras Comunicativas e Esquemas Genéricos (Salomão, 1999).

MCI (esquemas conceptuais) são conhecimentos socialmente
produzidos e culturalmente disponíveis. Têm esses conhecimentos
papel crucial na cognição humana, qual seja, o de possibilitar o
domínio, a lembrança e o uso de um vasto conjunto de conhecimentos
adquiridos na vida diária.

Molduras Comunicativas são “frames” de interação, nos termos
postos por Tannem & Wallat (1987, p.59). São conhecimentos
operativos configurados no evento. Incluem identidades, papéis
sociais, agenda do encontro, alinhamento, permitindo a identificação
do que está sendo posto em movimento na interação.

Esquemas genéricos são esquemas conceptuais configurados de
forma mais abstrata. Nos termos de Salomão (1999, p. 30): “Boa
parte de minhas interpretações dependerá do acesso a expectativas
bastante desencarnadas e por isso muito mais flexíveis em suas
aplicações: a este tipo de estrutura chamaremos esquemas genéricos.”

Deve-se ressaltar que nenhuma desses modelos são Espaços Mentais, o que pode confundir algumas pessoas. A questão do preconceito pode ser trabalhada com esses esquemas, pois trabalham com generalizações que podem não representar efetivamente a realidade posta, mas isso fica para uma outra conversa.

Salomão (1999, p. 32 apud Miranda, 1999, p. 86) sintetiza os domínios conceptuais sob três características fundamentais:
(i) pela sua permanência como ordens cognitivas identificáveis e evocáveis;
(ii) pela organização interna das informações que os constituem;
(iii) pela flexibilidade de sua instanciação, conforme as necessidades locais manifestadas.

Domínios Locais

São efetivamente os Espaços Mentais. Não há como prever a quantidade de espaços mentais que podem ser criados, somente a criatividade humana é capaz de fazê-lo. Os mais diversos tipos de sintagmas (nominais, preposicionais, adverbiais, etc.), conectivos, sentenças, marcas temporais e modais nos verbos, todas essas marcas linguísticas e as extralinguísticas fazem parte do arcabouço dos Construtores de Espaços Mentais; são esses construtores que fazem as organizações dos Domínios Estáveis (MCI, Molduras Comunicativas e Esquemas Genéricos).

Domínios Conceptuais: Projeções

Projeções de domínios conceptuais estruturados (MCI)

Pense em um projetor de slides. Basicamente, o que ele faz não é imprimir a imagem na parede, o que ele efetivamente faz é mostrar, numa superfície, algo que é a representação do objeto original. Os melhores exemplos para essas projeções são as Metáforas e as Analogias. Ao fazer uso de uma metáfora, não lidamos com todos os aspectos do domínio-fonte, mas com características específicas projetadas no domínio-alvo.

Esse tipo de projeção é responsável por metáforas do tipo: “As férias estão chegando”,  “O ano está indo embora” e “O natal se aproxima”, todos os exemplos citados pela autora. Não existe nenhum tipo de relação direta baseada nas palavras que compõem aquela projeção. Estabelecer comparação entre “Guerra” e “Argumentação” é, essencialmente, fazer o confronto de dois MCI: um do domínio-fonte e outro do domínio-alvo.

Projeções de funções pragmáticas

Esse tipo de projeção nada mais é do que a Metonímia, quando duas categorias se relacionam, sendo uma a projeção da outra por meio de uma função  pragmática. Efetivamente, temos de um lado um escritor de livros e do outro, um livro. Podemos dizer a frase “O Drummond está gasto” sem pensar imediatamente que estamos falando da pessoa do escritor e, sim, que estamos falando do livro escrito por este autor. No francês, o queijo Chèvre recebe o mesmo nome do animal cujo leite é utilizado, la chèvre (a cabra). Esse tipo de projeção pode causar problemas de ambiguidade.

Domínios Conceptuais: Mesclagens

As mesclagens conceptuais nada mais são do que projeções de esquema que operam quando um esquema geral, leia-se abstrato, é usado para estruturar uma situação no contexto. São as construções gramaticais e lexicais que evocam tais esquemas. O processo de mesclagem segue quatro etapas (a nomenclatura aqui apresentada segue MIRANDA, 1999):

Etapa 1 – Projeção-entre-domínios: Listam-se as características do input 1, de um lado, e as do input 2, de outro. Com o mapeamento (mapping) dessas características, ocorre uma projeção parcial de contrapartes entre os domínios-fonte (EM, MCI, Moldura Comunicativa).

Etapa 2 – Espaço genérico: O pareamento das características (frames) que participam da mesclagem dá origem a um espaço genérico que reflete essas estruturas e organizações comuns.

Etapa 3 – Mescla: Com os inputs 1 e 2 parcialmente projetados em um quarto espaço, o domínio-mescla apresenta os frames mesclados mais aqueles que não foram pareados.

Etapa 4 – Estrutura Emergente: No domínio-mescla, uma estrutura nova (aqueles elementos mesclados) surge com significação totalmente diferente daquela vista nos inputs 1 e 2. A significação dessas estruturas não correspondem à simples soma dos significados, ela é algo novo que só pode ter significado com base na mescla e por causa dela.

Peço que seja feita a leitura do artigo citado, link abaixo, pois o presente artigo é uma síntese do que é aprofundado no artigo científico citado.

Referência:

Miranda, N. S. (1999). Domínios conceptuais e projeções entre domínios: uma introdução ao Modelo dos Espaços Mentais. Veredas: revista de estudos linguísticos, Juiz de Fora, 3(1), 81-95. Disponível em: <http://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2009/12/artigo45.pdf>. Acesso em:

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. 15 de abril de 2018

    […] Domínios Conceptuais – Linguística Cognitiva […]

  2. 13 de dezembro de 2018

    […] Recomendo Domínios Conceptuais […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: