Hambúrguer

Eu já falei de Feijoada, de Moules Frites, agora vai ser um dos lanches mais amados e mais práticos de fazer. O tema de hoje é Hambúrguer. A forma aportuguesada é “hambúrguer”, sendo pronunciada “ambúrguer”. Na internet há muitas histórias sobre a criação desse sanduíche, mas aqui vamos tratar da palavra em si.

Uma das versões mais aceitas é que alguém trouxe da Alemanha um sanduíche típico de Hamburgo (norte da Alemanha). O prato se chama Hamburger, provavelmente por ser uma junção de Hamburg + er (formador de gentílicos em inglês). Uma tradução possível seria “originário de Hamburg/Hamburgo”.

Alguns personagens têm apreço especial por esse tipo de comida. Acredito que o personagem mais famoso seria o Dudu,  Wimpy , um dos amigos do Popeye, tinha só comia hambúrgueres. O hambúrguer de siri é a comida mais famosa do desenho Bob Esponja. McDonald’s, Bob’s, Burguer King são apenas as mais famosas redes de fast-food que têm o hambúrguer como carro-chefe de vendas.

A palavra Hamburguer

Nem tudo são flores, as pessoas pensaram que o prato seria uma junção de ham (carne) e burger (?). Seria, então, um sanduíche de carne, daí resolveram criar um outro sanduíche derivado do original, seu nome passou a ser “cheeseburger” (burger de queijo). Na prática era a adição de uma fatia de queijo ao já famoso hamburger, nada mais.

Quando essa iguaria chegou ao Brasil, tivemos de adaptar a grafia para o vernáculo, assim, hamburger virou hambúrguer (lembra? “g” antes de “e/i” tem som de “je/ji”; tem que colocar um “u” no meio para ter o som de “gã”; outra coisa, SEMPRE acentuamos as paroxítonas terminadas em “-r”).

Como falar “cheese” (tchiiiz) é complicado para alguns brasileiros, começaram a escrever apenas “X-burguer”, atendendo minimamente à fonética inglesa. Além de terem alterado a palavra, colocaram uma letra no lugar do que já foi mudado na “terra do tio Sam”…

Brasileiro é muito criativo. Resolveram colocar no X a informação “sanduíche de carne moída prensada e queijo”. Assim formaram as lindezas: X-bacon, X-egg, X-calabresa, X-salada, X-Tudo, X-Tudão, XX-Tudo (isso vende aqui perto de casa e o XX indica o dobro dos ingredientes).

Não há invenções de palavras, mas rearranjos de esquemas já pré-existentes na língua para que haja novos resultados dessas combinações. Pense aí, comente se quiser, quais as variações do hambúrguer tem na sua rua, bairro, cidade, estado, país, continente… planeta…

1 thought on “Hambúrguer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *