Regras de acentuação

Já está valendo o Novo Acordo Ortográfico. Com isso, as regras de acentuação sofreram algumas alterações. O acento gráfico serve para indicar a devida pronúncia de determinadas palavras. Há dois tipos de acentuação nas palavras, uma principal e outra secundária. Apenas a acentuação principal é marcada com sinal diacrítico. Algumas palavras não possuem marcação indicativa de acentuação, mas sua pronúncia é indiscutível. Geralmente a tonicidade da palavra é marcada com algum acento, mas em casos específicos essa marcação é desnecessária. A seguir, apresentam-se as regras de acentuação gráfica conforme o Novo Acordo Ortográfico.

Regras de acentuação gráfica

Como dito anteriormente, as palavras têm dois acentos: um principal e um secundário. Somente podemos entender esses dois acentos se considerarmos “Acento” como a intensidade, maior ou menor, da força expiratória no processo de emissão da palavra. Somente o acento principal deve ser marcado, conforme as regras apresentadas neste artigo.



Primeiro de tudo, devemos deixar bem claro como classificar as palavras conforme a sílaba à qual recai o acento principal. A posição da sílaba tônica determina a classificação dos vocábulos: Oxítonos, Paroxítonos e Proparoxítonos. Se o acento recai na última sílaba, são chamados Oxítonos (a-ma-nhe-cer), se na penúltima sílaba, são Paroxítonos (pri-ma-ve-ra), se na antepenúltima sílaba, são Proparoxítonos (-ci-to). Geralmente as palavras com mais de três sílabas possuem, quase sempre, além do acento principal, um ou mais acentos secundários. A sílaba com esse tipo de acento é chamada subtônica. Caso não seja especificado aqui, a palavra não deve ser acentuada.

1. Palavras Proparoxítonas

Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas.
Exemplos:
gramática, exército, oxítona, insólito, tímido, público; câmara, lêvedo, quilômetro; amássemos, entendêramos, louvaríamos, alcoólatra, crisântemo, plêiade, amálgama, égide, prófugo, andrógino.

2 . Palavras Paroxítonas

Somente são acentuadas as palavras que se encaixam nos critérios abaixo:
a) Terminadas em <i> e <u>, seguidos, ou não, de s.
Exemplos:
júri, dândi, lápis, tênis, bônus.

b) Terminadas em <um> ou <uns>.
Exemplos:
álbum, álbuns.

c)Terminadas em <ã>, <ão>, <ãs> e <ãos>.
Exemplos:
órgão, acórdão, bênção, sótãos, ímã, órfã, órfãs

d) Terminadas em ditongo oral.
Exemplos:
jóquei, pênseis, ágeis, pusésseis; área, ministério, tirocínio, vácuo, imundície; ignorância, gênio, fêmea, estrênuo.

e) As terminadas em <l>, <r>, <n>, <ps>, <x>.
Exemplos:
amável, automóvel, sensível, útil; cadáver, éter, açúcar; regímen, gérmen, abdômen, elétron, elétrons; bíceps, fórceps;
tórax, córtex, ônix.

3 . Palavras Oxítonas

Somente se acentuam as terminadas em <a>, <e>, <o> e <em>, seguidas ou não de <s>:
Exemplos:

cajá, vatapá, satanás, amarás; café, jacaré, você, português; avó, jiló, trisavô, dominós; também, armazém, alguém; vinténs, armazéns, parabéns;

4 . Monossílabos tônicos

Acentuam-se os terminados em <a>, <e> e <o>, seguidos, ou não, de <s>:
Exemplos:

já, má, pá, hás, zás-trás; pé, ré, vê, três, mês; só, pó, nós, pôs.

5 . Ditongos

Acentuam-se SOMENTE os ditongos abertos <-ei>, <-eu> e <-oi> nos monossílabos tônicos e nas palavras oxítonas, seguidos, ou não, de <s>:
Exemplos:

réis, papéis; véu, chapéu; herói, rouxinóis.

6. Hiatos

Recebem acento agudo o <i> e o <u> tônicos que não formarem sílaba com a vogal anterior.
Exemplos:
a-i — aí.
pa-is — país (cf. pais).
sa-i-a — saía (cf. saia).
do-i-do — doído (verbo doer, cf. doido)
vi-u-va — viúva.
dis-tri-bu-i-lo — distribuí-lo.
sa-u-de — saúde.
ba-la-us-tre — balaústre.

Regras de acentuação verbal

As restrições de acentuação supracitadas valem para quase todas as classes de palavras, mas o verbos possuem regras adicionais.

Terminação oxítona:

Formas verbais terminadas em <s>, <r> ou <z>, quando acompanhadas dos pronomes <-lo>, <-Ia>, <-los>, <-Ias>, nas quais estas consoantes foram assimiladas pelo <I> do pronome, dando-se posteriormente a queda do primeiro <I>.
Exemplos:
transpôs + Io = transpô-lo.
saber + Io + emos = sabê-lo-emos.
satisfez + Io = satisfê-lo.

Os verbos do tipo “aguar”, “apaniguar”, “apaziguar”, “apropinquar”, “averiguar”, “desaguar”, “enxaguar”, “obliquar”, “delinquir” e afins apresentam duas possibilidades de conjugação:
• formas rizotônicas, com o <u> do radical tônico, sem marca gráfica:
averiguo, enxagues.
• formas rizotônicas, com o <a> ou <i> do radical com acento:
averíguo,
enxágues.

Acento diferencial

Algumas palavras são muito parecidas, mas sua função e, consequentemente, significado são diferentes. Para que não haja confusão, acentuam-se determinadas palavras para que haja distinção grafemática, mas ambas são pronunciadas de modo igual.

a)

pôr — Verbo, sinônimo de “colocar”;
por — Preposição.
quê — Substantivo ou pronome interrogativo em fim de frase;
que — Pronome relativo, pronome interrogativo, conjunção integrante;
porquê — Substantivo ou em fim de frase;
porque — Advérbio interrogativo ou conjunção.

b)

ás — Substantivo. A carta de baralho, ou aviador, ou atleta de categoria;
às — Contração da preposição “a” com o artigo ou pronome “as”.

c)

pôde — Pretérito perfeito do verbo “poder”;
pode — Presente do indicativo do mesmo verbo.

d)

têm — Terceira pessoa do plural do presente do indicativo de “ter”;
tem — Terceira pessoa do singular do presente do indicativo de “ter”;
vêm — Terceira pessoa do plural do presente do indicativo de “vir”;
vem — Terceira pessoa do singular do presente do indicativo de “vir”.



Reiterando!!!!

Se não foi mencionado determinado vocábulo, conjugação verbal, ditongo ou qualquer outra coisa, NÃO ACENTUE!!!!!!!

Fonte:

Lima, Rocha, (1915-1991) Gramática normativa da língua portuguesa / Rocha Lima. 49.ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.

Acento

4 thoughts to “Regras de acentuação”

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.