Introdução da Redação: 3 Coisas Importantes

Neste artigo vamos tratar de três coisas extremamente importantes que não devem faltar na introdução da sua redação.  Muita gente acha que a introdução da redação serve apenas para falar de assuntos genéricos. Não pense que esse parágrafo não tem grande importância.  Os três tópicos apresentados a seguir irão garantir a atenção do corretor e uma boa pontuação na sua prova redação.

INTRODUÇÃO DA REDAÇÃO: COMENTÁRIOS INICIAIS

Este primeiro elemento é responsável pela apresentação inicial de como será feita toda a sua argumentação. Considere esses comentários iniciais como aqueles que irão ajudar o leitor, nesse caso o corretor, a relacionar acontecimentos e documentos históricos com o tema da redação em questão.  Lembre-se que a contextualização não é a introdução, mas faz parte dela.

Recomendo

Fonética e Fonologia – Fichamento

Regras de acentuação

Denotação ou Conotação?

Superdicas Para Escrever Uma Redação Nota 1000 no Enem

INTRODUÇÃO DA REDAÇÃO: POSICIONAMENTO CRÍTICO

Um texto dissertativo-argumentativo precisa apresentar mais do que uma lista de coisas. Deixe bem claro o seu posicionamento em relação àquelas palavras iniciais da introdução da sua redação. Há quem aconselha a negação da alusão feita inicialmente, pois esse recurso dá a impressão de que você conseguiu relacionar o tema proposto com o evento histórico mencionado.

INTRODUÇÃO DA REDAÇÃO: APRESENTAÇÃO DOS ARGUMENTOS

Neste trecho não será feito nenhum tipo de desenvolvimento dos argumentos a serem trabalhados na sua redação. Pense muito bem, escolha um ou dois, no máximo três, pois eles devem ser considerados e explorados no desenvolvimento da sua redação. Com os argumentos bem estabelecidos, o corretor saberá muito bem do que se trata a sua redação. Indique argumentos que sejam fáceis de trabalhar. Esse não é o momento de fazer surpresas. A introdução da redação serve para preparar o leitor/corretor para a sua argumentação que será trabalhada em dois ou três parágrafos de preferência.

INTRODUÇÃO DA REDAÇÃO: MODELO

Tema: Polarização Política no Brasil

Título: O recorrente embate entre Direita e Esquerda

Introdução:

Durante as reuniões da Assembleia Nacional Constituinte, na época da Revolução Francesa, dois grandes grupos de parlamentares defendiam ideias bastante divergentes. Os que se sentavam à direita do presidente da assembleia defendiam interesses tradicionais e conservadores (girondinos), porém os do lado esquerdo defendiam interesses das camadas mais pobres da população (jacobinos). Embora essa polarização fosse bem definida no século XVIII, a divisão e os ideais defendidos pela Direita e pela Esquerda se desenvolveram de modo muito particular no Brasil, principalmente na segunda metade do século XX. Diante desse embate de ideias, convém uma análise dos papéis desempenhados e das posturas adotadas por esses dois espectros da política brasileira.

 

Recomendo

Vírgula: principais usos e regras

Redação: Como obter uma boa nota

Dicas de Redação: Professores e Alunos

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.